Blog

5 Motivos para aderir a economia colaborativa

Um livro que está parado na estante, a bicicleta que só é usada nos finais de semana, ou aquelas ferramentas que ficam guardadas. Que tal compartilhar seus bens em períodos ociosos e se beneficiar com isso? Descubra 5 motivos para aderir a este movimento.

 Um novo modelo de negócio que está revolucionando o mercado. A economia colaborativa é uma forma inteligente de utilizar os seus bens e aproveitar benefícios especiais.  Surgindo na contramão do consumo em grande escala, o movimento busca conscientizar as pessoas, apresentando vantagens para ambos os lados.

A ideia é simples: compartilhar objetos em seus períodos ociosos, em troca de outros objetos ou uma taxa. Alguns podem ver essa troca com receio, mas o mercado já provou que dá certo e grandes empresas já surgiram usando modelos de negócios compartilhado, como o Uber.

Compartilhar experiências, este é o futuro!

Confira 5 motivos pelos quais vale a pena aderir a este modelo de negócio:

-Sustentabilidade

O consumo desenfreado dos últimos anos está gerando um impacto negativo, não só na natureza, mas também em nossos bolsos. Aparelhos eletrônicos que são lançados hoje, já estarão datados amanhã com o lançamento de uma versão mais robusta.

A chamada obsolência programada nos obriga a atualizar nossos equipamentos frequentemente, gerando mais despesas e lixos que, na maioria das vezes, serão descartados de maneira imprópria no meio ambiente, causando desastres naturais.
Por que não compartilhar seus bens ou pegar emprestados os equipamentos que precisa para um projeto específico, preservando a natureza e o seu bolso?

-Valores Humanos

Como comentado anteriormente, o receio em compartilhar seus objetos pode surgir em algum momento, porém, o mercado se mostra bastante receptivo à economia colaborativa. Ferramentas como o Uber provam que as pessoas estão dispostas a abrir as dar carona para estranhos. E é nesse contato com pessoas novas que pode lhe proporcionar novas amizades ou parcerias profissionais.

-Economia

Um dos principais motivos para compartilhar. Imagine todos os gastos envolvidos em uma residência de férias. Compra, manutenção e limpeza. O valor pode bater os milhões facilmente, e você só usará a casa em algumas semanas ao ano. Então por que não compartilhar a compra deste imóvel e pagar apenas pelos dias que realmente for usá-lo? Essa é a proposta da fração imobiliária. Se você ficou interessado, não deixe de conferir os nossos empreendimentos e entrar em contato para saber mais.

-Consumo Inteligente

Uma pesquisa americana mostrou que ao longo de toda a sua vida útil, a partir do momento que é comprada até ser descartada, uma furadeira é usada somente por 14 minutos em média. Quantos livros que você comprou e leu só uma vez? Ou aquelas ferramentas de jardinagem que só são usadas na primavera? Não há motivo para deixar elas paradas se você e outras pessoas podem se beneficiar com isso, certo?

-Modelo que funciona

A economia colaborativa já provou que funciona. Como já foi mencionado, o Uber  surgiu como um modelo de negócio baseado em compartilhar e hoje, é um dos nomes mais relevantes no ramo automobilístico.A ferramenta, que surgiu em 2010, registrava 20 milhões de usuários no Brasil em fevereiro de 2018.

Não há como negar, o futuro é compartilhado, e se você quer fazer parte desse novo movimento, entre em contato conosco e saiba como garantir as suas férias para a vida toda!

VEJA TAMBÉM

Descubra a Málaga com descontos especiais!

Membro RCI aproveita férias inesquecíveis em Orlando!

RCI garante o preço da sua viagem de escape!